A IKA desenvolveu e testou o sistema em cooperação com a Coleção de Recursos Algais (ARC) da Universidade da Carolina do Norte em Wilmington (UNCW). O fotobiorreator Algaemaster 10 control da IKA é completamente autônomo e o equipamento perfeito para cientistas na determinação e recriação das condições ambientais ideais para o crescimento de organismos fototróficos, como as microalgas.

O equipamento é um sistema biorreator fechado, o que é particularmente interessante se um elevado nível de pureza microbiana tem de ser alcançado e os riscos de contaminação têm de ser reduzidos ao mínimo. Por isso, o Algaemaster 10 control é especialmente interessante para fins científicos, como a descoberta de medicamentos na indústria farmacêutica ou na ciência translacional.

O sistema de 10 l totalmente revestido é resistente à água do mar; sua tampa e recipiente são completamente autoclaváveis, garantindo sua esterilidade. Para minimizar as reações não intencionais de peças metálicas ou plásticas, que podem liberar moléculas dispersas nas amostras de água, a máquina usa materiais inteiramente “inertes” como vidro de borosilicato, PTFE e termoplástico Ultem®. Iluminação, temperatura, agitação, pH e dosagem de líquido ou gás são controlados individualmente através de várias interfaces.

Conheça mais sobre suas características técnicas, aqui.

Os cientistas da UNCW conseguiram demonstrar que o IKA Algaemaster 10 control permite aos pesquisadores cultivar algas em maiores quantidades, em melhores condições controladas e mais rápido do que os métodos previamente permitidos. O trabalho – A newly designed closed, stirred-tank photobioreactor system for producing mass densities of dinoflagellate and other selected microalgae foi apresentado pelo pesquisador da ACR, Alexis Marti,em 2016 na 17ª Conferência internacional de Algas Nocivas, em Florianópolis.

Confira o resumo,abaixo:

 ABSTRACT:
 As more marine products are being discovered from various microalgae, researchers must overcome the problem of producing mass densities for the harvesting of biologically active material while using the fewest resources and space possible. Unfortunately, little is known on the parameters necessary for growing sensitive dinoflagellate microalgae in mass culture. Through a collaboration between IKA Works, Inc. and the Algal Resources Collection at the MARBIONC facility (University of North Carolina Wilmington), a 10 liter, fully autonomous photobioreactor was created and proven successful in producing elevated mass densities of biological material. Using cultures of Amphidinium gibbosum, Alexandrium ostenfeldii/peruvianum, and other dinoflagellate microalgae, we have successfully and reproducibly generated an equal wet pellet weight in one ten liter photobioreactor as we have in eighty liters of static culture. Cellular counts of A. gibbosum reach up to 300 million cells per liter, producing an average wet pellet weight of 22-40 grams from one ten liter photobioreactor. The IKA photobioreactor is flexible and easily adaptable. It reduces the footprint for growing high densities of algae and can be used directly as a low-cost experimental instrument for researchers, teachers, and industry to determine optimal growth conditions for the variety of algae studied.
MARTI, Alexis; TOMAS, Carmelo; YORK,Robert. A newly designed closed, stirred-tank photobioreactor system for producing mass densities of dinoflagellate and other selected microalgae. Available from: https://www.researchgate.net/publication/309395927_A_newly_designed_closed_stirred-tank_photobioreactor_system_for_producing_mass_densities_of_dinoflagellate_and_other_selected_microalgae [accessed Oct 19 2017].