Compartilhe:
Como escolher um Agitador Magnético

O agitador magnético pode ter sistema de aquecimento ou não. Logo, são chamados apenas de agitador magnético ou agitador magnético sem aquecimento. O Agitador Magnético com Aquecimento é um equipamento com as duas funções: Agitar e aquecer a amostra.

Mas isso pode ser feito de diversas maneiras … saiba mais neste post !

  1. Escala de Agitação (rpm)
  2. Temperatura de Aquecimento
  3. Tipos de Plataformas
  4. Estrutura do Agitador
  5. Classe de Proteção
  6. Múltiplas Posições
  7. Funções Especiais
  8. Acessórios
  9. Fale conosco

Escala de Agitação Magnética e Rotações por Minuto (rpm)

Alguns equipamentos possuem controle da agitação em escala, ou seja, números de referência, como por exemplo de 1 a 10. Já outros modelos possuem indicação da velocidade em rotações por minuto (rpm), indicado através de um display digital.

Agitador Magnético com Display RPM

A velocidade de agitação máxima varia de um modelo para outro, mas geralmente está entre 1.500 e 2.000 rpm.

Importante ressaltar, que o volume de amostra a ser agitada é definido pelo tamanho e pela força magnética do imã sob a plataforma do agitador. Portanto, observe bem esta capacidade de cada equipamento.

Temos disponíveis agitadores magnéticos com capacidades variando de 0,25 L até 150 Litros !

Agitador Magnético com Aquecimento

O agitador magnético é aquecido através de uma resistência sob a plataforma onde a amostra é colocada. Temos em nosso portfólio equipamentos com temperaturas máximas diferentes, como 340ºC ou 550ºC.

A temperatura dentro da amostra depende de alguns fatores:

  • tipo de frasco
  • material do frasco
  • superfície do agitador
  • ambiente do laboratório

Por isso sempre reforçamos que estas temperaturas são obtidas na superfície da plataforma do agitador e não dentro da amostra.

Assim como na agitação magnética, também temos modelos onde o aquecimento é ajustado em escala (por exemplo, de 1 a 10) ou através de um display digital, em graus celsius (ºC).

Nos equipamentos com display digital, temos modelos com ajustes de 5 em 5 graus, assim como modelos com ajuste de 1 em 1 grau, tendo portanto maior precisão no controle.

Além disso, alguns modelos permitem a instalação de um termômetro de contato, que ficará imerso dentro da amostra. Desta forma, controla-se a temperatura real da amostra e não da superfície do agitador. Sendo assim, podemos ter uma precisão e controle maior, de 0,1ºC. Como exemplo, termos o Termômetro IKA ETS-D5.

Tipos de Plataforma nos Agitadores

Os agitadores podem ter plataformas construídas em diversos materiais: Alumínio, aço inox ou vitrocerâmica.

Agitador Magnético 1

As plataformas de vitrocerâmica permitem atingir as maiores temperaturas, geralmente 500ºC. Além disso, elas são da cor branca, o que facilita a visualização das amostras, inclusive em uma titulação por exemplo. Outro ponto importante é que possuem grande resistência química.

Entretanto, deve-e ter cuidado com impactos na mesma, pois podem se quebrar. Outra fonte de quebra é o choque térmico, onde a placa já está em alta temperatura e o frasco da amostra em baixa temperatura.

Definitivamente, são os modelos mais vendidos.

O modelo best seller, ou seja, o equipamento mais vendido desta categoria, é o Agitador Magnético IKA C-MAG HS7.

Por outro lado, os modelos com superfície em alumínio ou aço, permitem em sua maioria trabalhos em torno de 340ºC. Como diferencial, possuem melhor controle da temperatura e superfície redonda, permitindo também a utilização do Termômetro de Contato IKA ETS-D5.

O modelo básico com superfície redonda é o Agitador Magnético com Aquecimento IKA RCT Basic.

Estrutura do Agitador

Em sua maioria, os equipamentos possuem estrutura com carcaça metálica com pintura eletrostática e plásticos de engenharia, além da superfície em um dos materiais citados anteriormente.

A IKA lançou recentemente uma linha onde a face superior do equipamento é feita de vidro, conferindo excelente resistência química. Como exemplo, temos o Agitador Magnético com Aquecimento IKA HS7 Control e o Agitador Magnético com Aquecimento IKA RCT Digital. Ambos possuem a inigualável garantia de 10 anos contra defeitos de fabricação) !

Sendo assim, nos modelos que possuem apenas agitação magnética, ou seja, sem aquecimento, existem modelos feitos basicamente com plásticos de engenharia (PP ou Polister). Isso faz com que tenham custos menores, mas mesmo assim longa vida útil.

Classe de Proteção

Poucas pessoas dão atenção a classe de proteção IP dos seus equipamentos de laboratório. Esta classificação é definida pela IEC 60529t  e indica ao grau de proteção contra penetração de partículas sólidas e líquidas no equipamento. Logo, é necessária esta certificação de forma a garantir a resistência do equipamento.

Existem aplicações mais agressivas, onde o equipamento está sujeito a maiores riscos.

Portanto, podem ser necessários agitadores com maior classe de proteção.

Seu agitador parou quando derramaram um frasco de amostra sobre ele? Consulte nossa equipe de especialistas e veja nossas recomendações.

Como exemplo de alta resistência a penetração, temos o Agitador magnético sem aquecimento IKA Lab Disc, com classificação IP 65, uma das mais altas do mercado mundial.

Caso necessário, consulte a tabela explicativa e detalhada aqui.

Agitadores de Múltiplas Posições

Tradicionalmente, os agitadores magnéticos permitem processar uma amostra de cada vez. Entretanto, temos modelos que permitem processar 5, 10 ou 15 amostras simultaneamente. São os agitadores múltiplos ou agitadores de múltiplas posições.

Agitador Magnético com aquecimento IKA RT 15 digital
Agitador Magnético com aquecimento IKA RT 15 – Biovera

Eles estão disponíveis em versões com ou sem aquecimento. Entretanto, possuem restrição quanto ao volume máximo agitado por posição (0,4 L) e a temperatura máxima obtida dentro da amostra (em torno de 70ºC).

Funções Especiais

Temos disponíveis agitadores magnéticos com funções especiais. Por exemplo, o Agitador Magnético IKA RET Control Visc possui integrado uma balança! E não é só isso: ele também tem integrado um pHmetro. Portanto, basta “plugar” um eletrodo padrão BNC e você poderá medir o potencial de hidrogênio sem um equipamento adicional. São 4 funções em apenas um equipamento !

Nos agitadores mais avançados, temos outras funções interessantes como detecção do desacoplamento da barra magnética, timer, inversão da rotação da barra magnética temporizada, controle e monitoramento via computador, dentre outras.

Acessórios para Agitador Magnético

A linha de agitadores magnéticos possui muitos, muitos acessórios. Os mais procurados são os termômetros de contato como o ETS-D5, para medir e controlar a temperatura exata da amostra.

Como Escolher Agitador Magnético com Termômetro

Entretanto, outros acessórios podem transformar completamente seus agitadores magnéticos, como por exemplo:

  • Blocos de reação para balão  de 10 a 2.000 ml (apenas para agitadores com superfície redonda em aço ou alumínio)
  • Blocos de reação para tubos (diversos tamanhos e capacidades)
  • Recipientes em aço inox, para rápidas trocas térmicas
  • Óleo de silicone, para trabalhos em altas temperaturas

Ainda com dúvida para escolher?

Dessa forma, a escolha deve ser baseada na temperatura de trabalho (se for necessária), no tamanho da amostra (em litros), no tipo de plataforma e na resistência desejada para o agitador.

O equipamento que atende a 95% dos clientes e que, devido ao volume de produção, possui o melhor custo benefício continua sendo o Agitador Magnético com Aquecimento IKA C-MAG HS 7. Já deu uma olhada nele?

Se ainda estiver com dúvidas, entre contato e converse com nossos especialistas (whatsapp ou fale conosco).