COMPARTILHE:
Destilação de Biodiesel – uma alternativa para o dia a dia 1

Destilação de Biodiesel – uma alternativa para o dia a dia, pesando nisso, este artigo tem como objetivo apresentar um opcional de metodologia que irá facilitar na destilação para extração do óleo Biodiesel em um equipamento de sistemas de destilação.

Ademais, o biodiesel é um potencial substituto viável para o diesel de petróleo principalmente para automóveis. Produzido a partir de fontes vegetais ou animais, ele é uma fonte de energia renovável, natural e biodegradável com baixo teor poluente, abrindo grandes estudos e produção do mesmo!

Para detalhar melhor este artigo, iremos abordar por tópicos, que são:

 

O biodiesel pode ser produzido pela reação de transesterificação de óleos com álcool com o uso de catalisadores. Tal método apresenta diversos inconvenientes essencialmente na etapa de purificação, o que torna o processo caro e gerando resíduos indesejáveis (Machado, 2016).

O biodiesel é feito para ser usado em motores diesel padrão e, portanto, distinto dos óleos vegetais e resíduos usado para motores a combustível diesel convertidos e substitui total ou parcialmente o óleo diesel derivado de petróleo em motores ciclo diesel de caminhões, tratores, camionetes, automóveis, etc., ou estacionários (geradores de eletricidade, calor, etc.). Ademais, o biodiesel pode ser usado puro ou misturado ao petrodiesel (combustível diesel derivado de petróleo) comumente conhecido como diesel em diversas proporções (fonte).

Legislação para uso do biodiesel

No Brasil, desde 2008, o uso de biodiesel adicionado ao diesel fóssil comercializado em todo o território nacional é obrigatório, que passou o percentual obrigatório a ser 10% (B10), de acordo com a Lei n° 13.263/2016, que prevê a evolução da mistura obrigatória até 15% (B15). Outros países e continentes estão adotando o uso do biodiesel adicionando o mesmo nos combustíveis, como os Estados Unidos e a Europa (fonte).

Processo de produção de biodiesel

O processo mais comum de produção de biodiesel é a transesterificação utilizando catalisadores básicos homogêneos.  Outros métodos alternativos têm sido estudados, como o processo combinado da hidroesterificação (que envolve uma etapa de hidrólise seguida de uma etapa de esterificação), que possibilita a utilização de óleos vegetais de baixo custo  independente da acidez e da umidade e traz muitas vantagens, entretanto, tal tecnologia disponível exige ainda duas etapas distintas, uma para a reação química e posterior separação dos produtos (Machado, 2016).

Reação de transesterificação e hidroesterificação
Reação de transesterificação e hidroesterificação

 

Há ainda outros processos para produção de biodiesel tais como craqueamento térmico, transesterificação enzimática, transesterificação supercrítica, e esterificação de borras ácidas (fonte).

Contudo, o método de produção de Biodiesel pode ser custoso e demandar diversas etapas, fazendo que o tempo de produção se alongue (fonte).

Destilação automática

Para a produção do biodiesel, deve se seguir métodos de ensaios padrão, dentro das normas ASTM, totalmente automática. Para tal, apresento o sistema de destilação o Petrodist 350CC da Pilodist abaixo:

Petrodist 350CC

Este equipamento é um sistema totalmente automático com novo tipo de coletor de frações em substituição ao PETRODIST 300 CC-F. O sistema controlado por processador é projetado de acordo com ASTM D-1160, mas com coletor de frações automático para a determinação das faixas de ebulição de produtos de petróleo bruto sob vácuo. O sistema pode ser operado estritamente de acordo com o procedimento ASTM com um único receptor ou, alternativamente, usando um novo tipo de coletor de frações automático com cinco receptores (fonte).

O Petrodist 350 CC é utilizado para destilação de combustível biodiesel (de acordo com ASTM D1160), destilação de produtos petrolíferos (de acordo com ASTM D1160 para EBP incluindo coleta de Bromo Number Cut (ASTM D1159), destilação de misturas de hidrocarbonetos pesados (de acordo com ASTM D5236 (no caso de coluna D5236 opcional solicitada) e para determinação do teor de cloreto orgânico em óleo cru (destilação do corte até 204 ° C). (Ainda não aprovado pela ASTM, mas muitos clientes estão usando).

 

Destilação de Biodiesel – uma alternativa para o dia a dia
PETRODIST 350 CC destilação totalmente automática de petróleo bruto

Por que usar destilador automático?

Dentre as vantagens do uso do equipamento Petrodist 350CC da Pilodist destaca-se:

  • Baixo custo na produção;
  • Produção em quantidade;
  • Operar em estrita conformidade com ASTM D1160;
  • Possui coletor de frações automático para 5 receptores em pressão ATM;
  • Temperatura operacional de até 400°C (750°F)
  • Trabalha com diferentes volumes de frascos: 500 ml, 1000 ml, 2000 ml;
  • Sensor de segurança para garantir que a gaveta foi fechada e proteção de transbordamento;
  • Tela sensível ao toque e conectividade LIMS (USB, RS232, HDM, Ethernet);
  • A destilação pode ser realizada em até 4 estágios de pressão independentes para aplicações com amplas faixas de ponto de ebulição;
  • bomba de descarga automática temperada para fácil drenagem até mesmo de produtos viscosos para o coletor de frações aberto;
  • Recurso de “redução dinâmica de vácuo” para maior rendimento em aplicações de alto ponto de ebulição com pressão de até 0,1 Torr (semelhante ASTM-D5236);
  • Destilação de fracionamento semelhante a ASTMD5236 (Mini-Potstill);
  • Todos os dados são armazenados em uma folha de dados final e as densidades serão calculadas automaticamente devido à temperatura da câmara independente.

Além disso, em adição aos sistemas padrões, podemos customizar nossas unidades conforme necessidade dos clientes para atingir necessidades especiais de pesquisa.

Lembrando que, para o sistema de destilação, há a necessidade de uso de equipamentos para controlar a temperatura para realizar a condensação dos solventes durante a destilação. Estes equipamentos como Chillers ou Banhos Termostáticos e bombas de vácuo no sistema, já vem integrado quando orçado o sistema.

Por fim, ainda ficou com dúvidas quanto ao assunto, dos equipamentos Pilodist ou sobre as especificações? Entre em contato e fale com um de nossos especialistas!

Gostou do artigo, Destilação de Biodiesel – uma alternativa para o dia a dia? Aproveite e visite o nosso blog e veja os outros artigos disponíveis.

Lembrando que você também pode adquirir seu equipamento por Importação Direta, contando com a experiência da Biovera na preparação da documentação em acordo com as normas da Aduana Brasileira.