Compartilhe:
10 dicas para uma melhor pipetagem

10 dicas para uma melhor pipetagem

Como sabemos existem alguns fatores que podem alterar a exatidão da medida dos volumes na pipetagem, pensando nisso a Biovera trás um artigo com 10 dicas para uma melhor pipetagem.

Para um ensaio laboratorial ser eficiente, é fundamental ter um bom micropipetador, e uma técnica de pipetagem precisa e exata para ter uma boa reprodutibilidade da técnica. Embora muitas vezes as palavras “precisão” e “exatidão” sejam usadas como sinônimos, na verdade elas tem significados diferentes, especialmente quando se trata de pipetagem.

Figura 1: Conceito de precisão e exatidão - Biovera
Figura 1: Conceito de precisão e exatidão. Uma pipetagem eficiente deve ser precisa e exata para que o procedimento tenha boa reprodutibilidade.

10 dicas práticas para uma boa pipetagem:

  1. Ajuste o volume da pipeta com a mesma na altura dos olhos, evitando assim o efeito “paralaxe”;
  2. Verifique se a ponteira está corretamente ajustada à pipeta;
  3. Utilize a pipeta na posição vertical. O ângulo de imersão da ponteira não deve desviar mais de 20 graus da posição vertical. Uma variação maior que está fará com que muito líquido entre na ponteira, gerando assim uma aspiração imprecisa.
  4. Insira a ponteira na amostra 1–2 mm (pipetas de microvolume), e até 3–6 mm (pipetas de maiores volumes). Caso a ponteira seja imersa demais, o volume do gás na ponteira será comprimido, levando à aspiração de um volume maior de líquido do que o desejado.
  5. Aspire e dispense algumas vezes o solvente antes de aspirar a alíquota da amostra. Quando um líquido é aspirado, um filme é formado na parede interna da ponteira, que causa erro na medida, dependendo do líquido a ser transferido.
  6. Não coloque a pipeta em posição horizontal quando houver líquido na ponteira
  7. Aspire e dispense o líquido em ritmo lento e contínuo.
  8. Esteja atento à última gota despejada. Para uma pipetagem com maior precisão precisão e reprodutibilidade para cada amostra, confira se a última gota restante foi totalmente dispensada e não está aderida à extremidade da ponteira.
  9. Não reutilize ou lave ponteiras, evitando portanto contaminações;
  10. Mantenha sua pipeta sempre calibrada.

A Biovera fornece micropipetadores da  IKA, uma marca já consistente no mercado mundial e que oferta 2 anos de garantia, atendendo assim às necessidades do usuário de pequena e larga escala.

Consulte-nos e veja qual é o micropipetador adequado para seu procedimento.

10 dicas de pipetagem Micropipeta volume variável monocanal IKA
Fugura 2: Micropipeta volume variável monocanal IKA Pette vario – Biovera

Recomendamos também a leitura do artigo sobre a diferença entre pipeta, pipitados e micropipetador em nosso blog.

REFERENCIAS:

Fonte: Conceitos básicos de metrologia – Parte 1 (acesso em 24/04/2020).