Compartilhe:
Boas Práticas para Laboratório Biomédico 6

Boas Práticas para Laboratório Biomédico

Trabalhar em um laboratório requer atenção, cuidado e padronização. Por conta disso, boas práticas para Laboratório Biomédico devem ser seguidas a fim de manter a segurança dos funcionários, de evitar acidentes e garantir assim a qualidade do trabalho.

Portanto, determinar um conjunto de Boas Práticas para Laboratório Biomédico é fundamental!

A Biovera lista abaixo algumas destas boas práticas mais básicas que são necessários em um laboratório biomédico.

1 – Lavar adequadamente as mãos ao entrar e ao sair do laboratório.

 

Este procedimento evita contaminação tanto vinda do ambiente externo, quanto saindo do ambiente interno.

Então, a correta lavagem das mãos é essencial para evitar contaminação/infecção tanto no laboratório quanto em nossa vida cotidiana.

Deve-se lavar as mãos com sabonete ou detergente adequados e secá-las com em papel descartável.

Lavar as maos - boas praticas laboratorio

Figura 1. Lavagem correta das mãos. Adaptado

 

2 – Utilizar os equipamentos de proteção individual (EPI) e coletiva (EPC) adequadamente

 Os equipamentos de proteção individual são fundamentais para proteger o operador dos riscos físicos, químicos e biológicos.

Os equipamentos de proteção individual (EPI) não devem ser compartilhados, e portanto são para uso individual.

Como por exemplo, citamos: jaleco, capote, óculos, luvas, máscara, touca, sapato fechado, propé, entre outros mais que sejam adequados ao procedimento a ser executado no laboratório biomédico.

Os EPIs devem ser utilizados por todo aquele que acesse o laboratório, e não apenas pelos que estiverem trabalhando no momento.

OS EPI’s NÃO PODEM SER UTILIZADOS EM ÁREAS EXTERNAS AO LABORATÓRIO. Os mesmos devem ser retirados e devidamente guardados ou descartados antes que analista deixe o ambiente laboratorial.

Já os equipamentos de proteção coletivas (EPC) podem e devem ser compartilhados.

São considerados equipamentos de proteção coletiva e devem ser utilizados em laboratórios biomédicos: autoclaves, chuveiros de emergência, lava-olhos, cabine de segurança biológica e cabine de segurança química, extintor de incêndio, sinalizadores de segurança (como placas e cartazes de advertência, ou fitas zebradas), exaustores, kit de primeiros socorros, dentre outros.

Imagem 2 - EPI - boas praticas laboratorio

Figura 2. Exemplos de equipamentos de proteção individual (A) e proteção coletiva (B). Adaptado

 

3 – Seguir corretamente os procedimentos de uso e de descarte de produtos e reagentes

Tão importante quanto saber utilizar um produto ou reagente é saber como descartá-lo. Logo, eles devem ser descartados adequadamente, em local apropriado, devidamente identificado.

O manuseio de produtos e reagentes deve seguir as orientações do rótulo e procedimentos operacional do laboratório (POP ou SOP).

Deve-se utilizar os EPIs e EPCs apropriados para os tipos de risco indicados no rótulo.

 

Classe de risco - boas praticas laboratorio

Figura 3. Classificação de risco. Fonte: Oliveira, C.M.A. (2007).

 

NUNCA PIPETE COM A BOCA! Esta prática foi abolida devido ao alto de risco de acidentes e infecção. Portanto utilize equipamentos de laboratório adequados, como por exemplo as micropipetas e vidrarias adequadas ao seu procedimento! Veja aqui a diferença entre pipeta, pipetador e micropipeta, e escolha o ideal para a sua aplicação. Para utilizar corretamente veja as 10 dicas para uma melhor pipetagem da Biovera.

Quanto ao descarte, deve-se verificar a compatibilidade dos produtos químicos descartados. O ideal é descartar separadamente cada produto.

Se não for possível, é necessário estar atento aos produtos incompatíveis, que podem reagir, resultando numa explosão, ou podendo produzir gases altamente tóxicos ou inflamáveis.

 

4 – Não consumir alimentos e bebidas no laboratório

Não se deve consumir nenhum tipo de bebida ou alimento no laboratório.

Da mesma forma, nenhum alimento deve ser armazenado em armários ou geladeiras/freezers do laboratório, ou até mesmo aquecido em micro-ondas dentro do laboratório.

proibido comer e beber - boas praticas laboratorio

Figura 4. No laboratório não se deve comer ou beber.

A alimentação deve ser realizada apenas em área designada para essa finalidade, bem como os alimentos devem ser armazenados em local separado.

Vale lembrar que a boca é uma importante fonte de infecção.

 

5 – Não se apoiar ou apoiar objetos de uso pessoal nas bancadas

Não se deve apoiar nem objeto externo ou o próprio corpo sobre a bancada a fim de evitar contaminação tanto da bancada por agentes vindos do ambiente externo, quanto o próprio corpo ou objetos pessoais podem ser contaminados por qualquer produto químico ou biológico presente na bancada.

Perigo afaste - boas praticas laboratorio

Figura 5. Não encoste ou apoie objetos na bancada. Fonte

 

6 – Prender cabelo e retirar acessórios

Outra boa prática para o laboratório biomédico é prender o cabelo. Todos devem manter os cabelos presos, e preferencialmente usar touca, para evitar acidentes com o deslocamento do cabelo que pode prender em algum equipamento de laboratório ou cair em alguma amostra ou material em procedimento.

Use touca - boas praticas laboratorio

Figura 6: No laboratório biomédico mantenha o cabelo preso, e de preferência use touca

 

Quanto aos acessórios, tais como brincos, anéis e relógios, eles aumentam o risco de contaminação por não ser possível higienizá-los adequadamente, além de poderem se prender em algum material e provocar acidentes. Portanto, também recomendamos como boa prática retirará0los antes de entrar no laboratório biomédico.

7 – Estabelecer Procedimentos Operacionais Padrão POPs 

Os procedimentos operacionais padrão (POP ou SOP) são diretrizes operacionais, organizadas em forma de um documento que determina de forma detalhada e padronizada como as atividades de rotina do laboratório devem ser realizadas.

POP - boas praticas laboratorio

Figura 7: Os procedimentos operacionais padrão ajudam a padronizar as práticas laboratoriais e minimiza os riscos.

Os POP’s servem tanto para padronizar e detalhar procedimentos completos quanto para definir a operação correta de cada equipamento do laboratório.

Para ter o reconhecimento de órgãos, como ISO 9002, PNCQ (Programa Nacional de Controle de Qualidade), CAP (Colégio Americano de Patologistas), ONA (Organização Nacional de Acreditação) e PALC (Programa de Acreditação de Laboratórios Clínicos/SBPC) é necessário ter POP’s bem estabelecidos.

Alguns dos tópicos que devem constar nos POP’s são, por exemplo:

  • instruções sequenciais de operações
  • frequência de execução do procedimento
  • listagem dos equipamentos
  • peças e materiais utilizados na tarefa
  • especificação do responsável pelo trabalho
  • descrição dos procedimentos da tarefa classificados por atividades críticas, de operação e pontos proibidos
  • roteiro de inspeção periódica dos equipamentos de produção

 

8 – Antes de iniciar um procedimento, verifique se tem tudo o que precisa.

 Os procedimentos realizados em um laboratório biomédico requerem muita atenção e organização. Manter boas práticas é essencial.

check list - boas praticas laboratorio

Figura 8. É essencial verificar antes de iniciar um protocolo se tem tudo o que é necessário

Antes de cada procedimento o ideal é separar tudo o que precisa para efetuá-lo a fim de evitar interrupções, distrações e portanto erros.

Erros neste ambiente podem ter consequências graves. Por isso confira seu protocolo e tudo que será necessário durante o processo antes de iniciar.

 

9 – Ao encerrar um procedimento manter as superfícies e equipamentos limpos

Tão importante quanto ter cuidado durante o procedimento é ter cuidado ao final.

É imprescindível deixar o ambiente limpo e organizado, evitando com que colegas, ou até mesmo você, sofra algum tipo de acidente.

Limpar Bancada - boas praticas laboratorio

Figura 9.  Para boas práticas de laboratório é imprescindível manter a bancada e equipamentos limpos após sua utilização. Fonte

 

Um laboratório biomédico deve ser sempre rigorosamente limpo e organizado.

 

10 – Manter área de circulação livre

Os riscos envolvidos na rotina de um laboratório biomédico não são somente biológicos e químicos. Há também risco físico e ergonômico.

manter area livre - boas praticas laboratorio

Figura 10.  Outra medida de boas práticas de laboratório é manter as áreas de passagem live.

As passagens devem estar livres para evitar acidentes.

Da mesma forma, deve-se ter espaço suficiente para as pernas embaixo das bancadas, e assentos com regulagem de altura por exemplo.

 

Gostou das dicas contidas neste guia “Boas Práticas para Laboratório Biomédico”?

Se quiser contribuir para melhorar o mesmo? Então entre contato com nossa equipe.

Leia também nosso blog, com informações diversas sobre equipamentos para laboratório, dicas de utilização e aplicações.