Compartilhe:
Como higienizar a estufa incubadora de CO2

Como higienizar a estufa incubadora de CO2

Saber Como higienizar a estufa incubadora de CO2 é essencial durante a manipulação de amostras, evitando assim que haja contaminação das mesmas.

Ao derramar alguma solução no interior da incubadora, é necessário limpa-la imediatamente, preferencialmente com gaze e álcool 70 %.

Além disso, é preciso manter uma rotina de limpeza, que pode ser semanal, utilizando pano ou gaze com álcool 70 % e lisofórmio 10%.

Portanto, ter uma incubadora onde esta limpeza é realizada facilmente é muito importante.

A remoção da estrutura de sustentação das prateleiras, por exemplo, facilita imensamente a correta higienização da incubadora de CO2.

Como higienizar a estufa incubadora de CO2

 

A Câmara interna deve ser arredondada, sem cantos, permitindo assim uma higienização perfeita.

Cantos arredondados da incubadora de CO2

 

O mesmo vale para a higienização da bandeja de água a cada vez que for substituir a mesma.

Bandeja de agua da estufa incubadora de CO2

 

 

Além disso, recomendamos que a estufa incubadora de CO2 tenha capacidade de realizar esterilização ou desinfeção em alta temperatura, que faz com que os pontos de difícil limpeza sejam completamente atingidos.

Sabemos que a utilização de esterilização por lâmpada Ultravioleta não é tão eficiente quanto a utilização de altas temperaturas, pois os raios luminosos não conseguem atingir pequenos pontos que perfazem “sombra”.

Como evitar a contaminação das amostras e da estufa incubadora de CO2?

 

Na rotina, algumas medidas preventivas também podem ser tomadas, tais como:

  • Deve-se evitar ao máximo a abertura de porta da incubadora, uma vez que esta é a principal fonte de contaminação, além de causar variação nos parâmetros ideais para o crescimento celular.
  • Antes de abrir a porta para inserir suas amostras na incubadora, deve-se utilizar o álcool 70 % tanto nas mãos quanto nos frascos
  • Evite falar quando a porta estiver aberta e estiver manipulando os frascos na incubadora. Portanto, recomendamos a utilização de máscaras evitando contaminações.
  • Os frascos devem ser levados até à incubadora completamente fechados, e somente dentro delas é que se deve-se liberar o estágio da tampa que permite a troca gasosa entre a amostra e o ambiente da incubadora.
  • Ao remover uma amostra da incubadora, também é fundamental fechar completamente a tampa do frasco antes de retirá-la da câmara.

O uso de EPI completo e boas práticas de laboratório são essenciais para reduzir os riscos de contaminação.

Veja também nosso blog, especificamente o post sobre o que é e para que serve uma estufa incubadora de CO2 e conheça todas as vantagens da estufa incubadora de CO2 comercializada pela Biovera.