Compartilhe:
Detecção de drogas em cabelos humanos Biotage

Detecção de drogas em cabelos humanos

Neste artigo, iremos abordar a detecção de drogas em cabelos humanos e o equipamento utilizado para a concentração de amostras em laboratórios forenses.

Primeiramente, durante uma investigação, a justiça precisa de provas materiais para dar prosseguimento e muitos das vezes recorre a química forense, que realiza a análise de substâncias diversas. Como por exemplo: drogas lícitas e ilícitas, venenos, acelerantes e resíduos de incêndio, explosivos, resíduos de disparo de armas de fogo, combustíveis, tintas e fibras.

Para ficar mais fácil a compreensão, vamos dividir este artigo como:

  1. Análise forense de drogas
  2. Equipamento utilizado para a análise drogas em cabelos humanos

 

  1. Análise forense de drogas em cabelos humanos 

 Iremos abordar neste tópico, duas notas de aplicação em análises forenses de drogas  em cabelos humanos, onde exemplifica os analitos de interesse na análise posterior por cromatografia.

Nestas notas, foram utilizados um dos concentradores de amostras com fluxo de nitrogênio da Biotage, o TurboVap® LV, incorporando muitos novos recursos direcionados ao cliente, entre elas na área forense.

Nos estudos realizados, AN897 (2018) e AN898 (2018), descreve um procedimento para pré-tratamento e extração de amostras de um grupo de 49 drogas em cabelos humanos após os usos dos mesmos. Usando equipamentos para realizar micropulverização da matriz, antes da limpeza usando a extração líquida para a análise posterior em UPLC-MS/MS.

A metodologia fornece extratos limpos e recuperações de analitos em sua maioria superiores a 80% com desvio padrão relativo menores que 10% para todos os analitos.

     1.1 Drogas de abuso analisadas

Os analitos, ou seja as drogas de abuso, examinados foram:

Anfetamina, metanfetamina, MDA, MDMA, MDEA, hidromorfona, morfina, BZE, oximorfona, di-hidrocodeína, oxicodona, mefedrona, norfentanil, 7-amino-flunitrazepam, 7-amino-clonazepam, hidrocodona, codeína, 6-MAM, cocaína, norcetamina, EDDP, zaleplon, zopel, zopel cetamina, nitrazepam, flunitrazepam, clonazepam, α-OH-triazolam, oxazepam, estazolam, temazepam, zolpidem, alprazolam, metadona, lorazepam, bromazepam, α-OH-alprazolam, 2-OH-etilflurazepam, triazolam, diazazam, triazolam fentanil, flurazepam, buprenorfina, PCP, LSD.

Figura 1: Estruturas de exemplo por classe de drogas de abuso
Figura 1: Estruturas de exemplo por classe de drogas.

    1.2 Experimento

O procedimento dos estudos AN897 (2018) e AN898 (2018), segue com a preparação da matriz usando metanol a cada amostra de cabelo enriquecida com ISTD (1 ng/mL). Depois, segue o processo de micropulverização e pós micropulverização para a limpeza do analitos.

Em seguida, evapora-se os extratos a 40°C na presença de 100 µL de HCl 50 mM em MeOH, a fim de evitar perdas evaporativas de anfetaminas, usando o TurboVap® LV.

    1.3 Resultado

Em suma o método utilizado nestes estudos é simples de preparação das amostras. Fornece extratos limpos e recuperações de analitos em sua maioria superiores a 80% com desvios padrões relativos inferiores a 10% para todos os analitos e limite de quantificação (LOQs) de 1 ng/ mL.

O desempenho da curva de calibração foi investigado a partir do cabelo (analitos (1–1000 pg/mL) foram adicionados ao solvente de extração metanólico de NH4OH antes da micropulverização). Foi observada uma boa linearidade para todos os analitos que normalmente fornecem valores de R2 maiores que 0,99 (Figura 2).

Detecção de drogas em cabelos humanos
Figura 2: Curvas de calibração para buprenorfina (a); 6-MAM (b); BZE (c) e Metanfetamina (d) extraídas de cabelos humanos usando o formato de coluna de capacidade de 400 µL, carregando 400 µL de extrato reconstituído. Resultados semelhantes foram alcançados para os formatos de placas com capacidade de 200 µL e 400 µL.

A tabela abaixo detalha o desempenho da linearidade e o LOQ associado para cada analito, usando o formato da coluna de capacidade de 400 µL.

Detecção de drogas em cabelos humanos 1
Imagem 3: Analise a curva de calibração R2 e o desempenho da LOQ.

    2. Equipamento utilizado para a análise drogas em cabelos humanos

Como descrito durante o estudo para a análise drogas de abusos em cabelos humanos, um dos equipamentos usados foi o TurboVap LV.

Como na química forense, as técnicas de avaliação são utilizando equipamentos avançadas como cromatografia e espectrometria de massa. Portanto, acaba sendo necessária uma preparação da amostra antes da realização, como a concentração, onde muitos utilizam um processo lento nos moldes manuais de extração ou “troca” de solventes antes da análise, e as amostras podem possuir resíduos desses solventes na análise posterior.

Nesse ínterim a Biotage veio com um equipamento para acelerar este processo e diminuir a degradação ou impurezas nos analitos de interesse com  TurboVap LV.

O TurboVap LV possui fluxo de nitrogênio injetado em cada tubo com bicos injetores removíveis/substituíveis na tampa, temperatura controlada por um banho, visibilidade das amostras. Ademais ocupa menos espaço em bancada e pode ser instalado em bancada ou dentro de uma capela. Contudo possui resistência química a ácidos e bases e compatibilidade com os diversos solventes.

Imagem 4: Concentradores de amostra para laboratório forense TurboVap
Imagem 4: Concentradores de amostra para laboratório forense TurboVap

Além disso, o  TurboVap LV pode ser utilizado em outras áreas além da forense, como: Laboratórios de química clínica; alimentos e farmacêuticos para concentração de solventes após a limpeza por SPE de amostras de drogas ou extratos de pesticidas.

Por fim, ainda ficou com dúvidas quanto ao equipamento ou sobre as especificações? Entre em contato e fale com um de nossos especialistas.

Lembrando que você também pode adquirir seu equipamento por Importação Direta, contando com a experiência da Biovera na preparação da documentação em acordo com as normas da Aduana Brasileira.

Gostou do artigo sobre  Detecção de drogas em cabelos humanos? Visite também nosso blog e conheça mais sobre este e outros equipamentos para laboratório.