Compartilhe:
Diagnóstico Coronavírus: teste de PCR

Diagnóstico Coronavírus: teste de PCR

Além dos exames clínicos iniciais, existem alguns métodos de exames para detectar se um paciente está infectado com o novo Coronavírus (Covid-19). Portanto, para um diagnóstico do Coronavírus COVID-19 (nome dado à doença provocada pelo vírus SARS-CoV-2) eficiente, o principal e mais preciso exame é o RT-PCR (reação em cadeia da polimerase com transcrição reversa).

Diagnóstico COVID-19

O exame de RT-PCR é o único realmente capaz de detectar diretamente o material genético (RNA) do Coronavírus já nos primeiros dias após a infecção.

Existem ainda os chamados “testes rápidos”. Estes testes precisam de tempo após a infecção, pois detectam a resposta imune do nosso corpo contra o vírus (produção de anticorpos), e não o vírus. Esse tempo de espera é necessário devido ao que chamamos de janela imunológica: a pessoa pode já estar infectada pelo vírus, mas ainda não tem anticorpos contra ele, e, por tanto, por ter um resultado falso negativo. Para este tipo de teste é necessário aguardar que o corpo produza anticorpos contra o patógeno

Sendo assim, o exame de RT-PCR fornece um resultado mais preciso, e eficiente desde a fase inicial da infecção, e pode detectar a presença do novo coronavírus antes mesmo do início dos sintomas.

Conhecendo um pouco do vírus causador da COVID-19

 Os coronavírus pertencem à família Coronaviridae, que inclui quatro gêneros, Alphacoronavirus, Betacoronavirus, Deltacoronavirus e Gammacoronavirus, além de vários subgêneros e espécies. O mais recente coronavírus a surgir em humanos apareceu na cidade de Wuhan, província de Hubei, China em dezembro de 2019 e foi nomeado como SARS-CoV-2.

Figura 1: Estrutura do vírus SARS-CoV-2
Figura 1: Estrutura do vírus SARS-CoV-2

O que é e para que serve o exame PCR?

 O PCR (reação em cadeia da polimerase) é um método de Biologia Molecular que replica material genético em massa. Pode ser usado para detectar a presença de um DNA previamente determinado através de primers específicos (iniciadores) na amosta. Existe uma variação da técnica, o RT-PCR, é capaz de detectar a presença de RNA na amostra, adicionando uma etapa prévia de transcrição de RNA para DNA por uma enzima chamada transcriptase reversa. Desta forma é possível detectar o material genético alvo em diversos tipos de amostra tais como sangue, saliva, exudatos dentre outros.

Como é feito o exame PCR para coronavírus?

  A amostra para o exame pode ser coletada a partir de uma variedade de fontes respiratórias, incluindo garganta, nasofaringe nasal, escarro e líquido brônquico, com auxílio de uma haste flexível (swab).

Como o vírus é um parasita intracelular, ou seja, fica dentro da célula é preciso iniciar o processo de extração do RNA do vírus. Para isso, são realizadas sucessivas centrifugações, com produtos específicos que são transferidos com auxílio de instrumentos chamados pipetas para romper as células presentes na amostra e separar a fase líquida que contém o material genético. Em seguida, é feita a precipitação e separação do material genético total obtido. Todo esse processo deve ser realizado dentro de Cabines de fluxo laminar, para que a amostra não seja contaminada, e , em outras palavras, não altere o resultado do exame.

 

Cabine de Segurança Biológica x Capela de Fluxo Laminar 4
Figura 2. Cabine de fluxo laminar para manipular amostras possivelmente contaminadas por SARS-CoV-2.

Como citado anteriormente, o material genético do coronavírus é o RNA. Para avaliar a presença do vírus por PCR é preciso transcrevê-lo para DNA (é como se um texto fosse reescrito em outro idioma) pela enzima chamada transcriptase reversa (uma vez que a transcrição natural é de DNA para RNA), usando um termo shaker (bloco seco com aquecimento).

Portanto, desta forma, obtem-se o cDNA, que é o DNA complementar ao RNA do vírus.

Logo…

            Com a amostra purificada contendo o material genético do coronavírus transcrito para cDNA, a quantidade de cada fragmento ainda é muito pequena, e é necessário um aumento numérico exponencial do material genético alvo (material genético do coronavírus). Para isso é necessário ter iniciadores (primers) específicos que vão se ligar em cada fita de cDNA específica do vírus, e em conjunto com uma enzima (DNA polimerase) e nucleotídeos (as “letras” que compõem o DNA – dNTPs) vão gerar novas fitas de DNA. Este processo ocorre dentro de um aparelho chamado termociclador, que multiplica o DNA em escala logarítmica a cada ciclo. Se o material genético do vírus for multiplicado, o resultado do exame é positivo. Caso a amostra não tenha o material genético do vírus, não ocorrerá a multiplicação e o resultado do exame será negativo.

Termociclador Automático Touch com Gradiente
Figura 3: Termoclicador: aparelho utilizado para realizar o teste de PCR para detecção do coronavírus

Dicas para se prevenir do Coronavírus

  •  Lave as mãos com frequência com água e sabão por pelo menos 20 segundos, lavando toda superfície (palma, dorso, entre os dedos e pontas dos dedos);
  • Quando não for possível lavar as mãos use álcool em gel ou álcool 70% (veja aqui como é feito o álcool em gel);
  • Higienize as superfícies com álcool 70% ou água sanitária/hipoclorito de sódio. Lugares em que as pessoas colocam a mão com frequência como chaves, maçanetas, torneira devem ser higienizados com mais frequência;
  • Mantenha a distância de 1,5 metro de outras pessoas;
  • Não toque nos olhos, nariz e boca sem higienizar as mãos com água e sabão ou álcool em gel;
  • Use máscara ao sair de casa;
  • Se sua máscara for de tecido, lave-a com água e sabão e deixe de molho em água sanitária/hipoclorito de sódio por 10 minutos;
  • Mantenha sua casa e/ou seu ambiente de trabalho bem arejado (abra portas e janelas).

Dúvidas para Diagnóstico Coronavírus: teste de PCR

  1. Quanto tempo leva para ter o resultado do teste RT-PCR?

O resultado do exame leva de 24 h a 48 h para ficar pronto.

  1. Onde posso fazer o teste RT-PCR?

As amostras dos exames podem ser coletadas nas unidades de saúde e são encaminhadas para os Laboratórios Centrais de Saúde Pública (LACEN) dos estados, para que o exame específico (RT-PCR) seja realizado.

  1. Por que fazer esse teste RT-PCR?

O Teste de Coronavírus (PCR) é indicado para pessoas que apresentam sintomas graves, como por exemplo febre, falta de ar e tosse seca, por mais de 24 horas. É necessário pedido médico para a realização do exame.

4. Como devo me preparar para esse teste?

Não é necessário nenhuma preparação para realizar o Teste de Coronavírus (PCR).

5. Quais são os possíveis resultados?

Os resultados possíveis do Teste de Coronavírus (PCR) são “detectado” e “não detectado”.

Por fim, podemos afirmar que na Biovera você encontra equipamentos com qualidade, garantia e pós venda. Entre em contato e fale com nossos especialistas.

Veja dicas de como limpar sua cabine de PCR em outro post do nosso blog.

REFERENCIAS

Diagnóstico Coronavírus: teste de PCR:

  • Figura 1: Estrutura do vírus SARS-CoV-2.   Adaptado da fonte  em 22/04/2020