Compartilhe:
Diferença entre pipeta, pipetador e micropipeta

Diferença entre pipeta, pipetador e micropipeta

Este artigo Diferença entre pipeta, pipetador e micropipeta tem como principal objetivo esclarecer as diferenças entre estes equipamentos de laboratórios para transferência de líquidos, além de exemplificar com modelos disponíveis.

Principais diferenças entre pipeta, pipetador e micropipetador

Existem diversos equipamentos de laboratório para transferência de líquidos, um grupo também chamado de “liquid handling”.

De modo geral, eles são chamados de pipetas e pipetadores. No entanto, existem diversos modelos, manuais e automáticos, para diferentes aplicações.

Você sabe a diferença entre eles?

Pipetas:

As pipetas são instrumentos para transferência de líquidos que permitem medir o volume a ser transferido. Existem pipetas para diversos volumes, desde as pipetas sorológicas e volumétricas até as micropipetas.

As pipetas sorológicas ou graduadas, atendem a uma faixa de volume, com graduação decimal, que permite pipetar diferentes volumes dentro de uma faixa. A pipeta volumétrica é mais precisa que a anterior. No entanto ela serve para transferir volumes fixos e possui apenas uma marcação de volume. Para manipular com segurança as pipetas sorológicas e volumétricas é necessário o auxílio dos pipetadores.

Na grande maioria dos casos, é uma vidraria.

Pipetadores:

Os pipetadores são instrumentos utilizados acoplados às pipetas e servem para sugar e dispensar o líquido.

Existem versões manuais, automáticas e semiautomáticas.

O pipetador manual ou pipetador de três vias (popularmente conhecido como pêra) é feito de borracha e sua utilização não é muito prática, sendo necessário retirar o ar interno a cada ciclo de pipetagem. Entretanto, possuem um custo muito baixo.

Os pipetadores “pi-pump” não possuem botão para sucção. Contudo em sua maioria é necessário girar um disco para que a sucção do líquido ocorra.

Já os pipetadores automáticos possuem um botão para aspirar o líquido e um para dispensar (pode ser por sopro ou gravidade) e são bem simples de operar.

 

Diferença entre pipeta, pipetador e micropipeta
Figura 1: Pipetadores. A. Pipetador de três vias (pêra). B. Pipetador “pi-pump”. C. Pipetador automático.

Macropipetador

No Macropipetador, assim como no pipetador de três vias, é necessário esvaziar o bulbo. Em seguida, colocar o botão para cima, ele aspira o líquido e para baixo libera o líquido. Há um botão para a liberação da última gota da pipeta.

Diferença entre pipeta, pipetador e micropipeta 2
Figura 2: Macropipetador

 

Micropipetas

As micropipetas são utilizadas para transferir pequenos volumes, na casa dos microlitros, e com alta repetibilidade.

Elas podem ter volume fixo ou variável ou seja, atender a uma faixa de volume pré-determinada.

Com aplicação principalmente na área biomédica, essas as micropipetas precisam ser acopladas a ponteiras plásticas, também chamadas de “tips”.

Os micropipetadores são divididos em dois grupos: monocanal, onde apenas uma amostra é trabalhada, ou multi canal, onde diversas amostras são manipuladas simultaneamente (normalmente 8 ou 12 canais).

Desde que sejam usadas corretamente, as micropipetas são instrumentos muito precisos.

Diferença entre pipeta, pipetador e micropipeta 3
Figura 3: Micropipetas IKA

Por fim as. ainda existem as micropipetas digitais, que são similares às micropipetas tradicionais, porém estas possuem ajuste de volume digital. A vantagem da micropipeta digital é evitar o efeito “paralaxe”, que ocorre quando o ajuste da pipeta não é feito segundo as boas práticas de pipetagem.

Pipeta, pipetador e micropipeta? Quais a Biovera comercializa ?

Dos equipamentos para liquid handling citados anteriormente, a Biovera comercializa somente a linha de micropipetadores, fabricados pela IKA.

Esta linha de micropipetadores está disponível em versões com volumes fixos (Pette Fix) ou variáveis (Pette Vario). Com alta qualidade e durabilidade, foram lançadas em 2019 para atender aos clientes mais exigentes do mercado, que buscam produtos premium por um preço acessível. Por isso, todos os micropipetadores são fornecidos com certificado de calibração RBC incluso.

Gostou do artigo Diferença entre pipeta, pipetador e micropipeta ? Leia também o artigo 10 dicas para uma melhor pipetagem.

Visite nosso blog e conheça mais sobre estes e outros equipamentos para laboratório.