Compartilhe:
O que é uma citocentrífuga e noções básicas de como usar

O que é uma citocentrífuga e noções básicas de uso

Neste artigo O que é uma citocentrífuga e noções básicas de uso, vamos abordar para que é utilizado este equipamento de laboratório e passar noções básicas de como utiliza-la.

Primeiramente, uma citocentrífuga é uma centrífuga com um rotor especial, para uso de funis e tem como objetivo preparar lâminas de amostras que contenham células, para posterior análise por microscópio.

Logo depois da  centrifugação, uma mono camada de células é produzida numa área determinada da lâmina de vidro, por meio da força centrífuga.

A citocentrífuga é imprescindível em casos em que as amostras não possuem uma grande quantidade de células, ao contrário do sangue em que uma simples distensão na lâmina já é o suficiente para visualização de células.

No entanto, o principal requisito é que a amostra seja uma suspensão de células frescas e intactas para serem avaliadas por um microscópio. Se a suspensão de células estiver muito diluída, não haverá muitas células na lâmina após a centrifugação, ao contrário, se a suspensão estiver muito concentrada as células tendem a se agrupar, o que dificultará a visualização no microscópio.

Seguem os itens necessários:

  • Citocentrífuga Sigma 2-7 Cyto
  • Lâminas de vidro
  • Papel filtro
  • Clipe para lâmina
  • Câmara para amostra ou Citofunil
  • Pipetas

A Citocentrífuga Sigma 2-7 Cyto já vem com 12 Clipes em aço inoxidável Tipo 302, 50 câmaras para amostra descartável (citofunil), com filtro e 50 lâminas revestidas.

O que é e como usar uma citocentrífuga
Citocentrífuga Sigma 2-7 Cyto

Etapas básicas de uso para citocentrifugação:

  1. Coloque a identificação na lâmina referente à amostra
  2. Monte o conjunto: lâmina, filtro , citofunil e trave bem o clipe.

Obs: a parte mais plana do filtro deve ser colocada virada para a lâmina

  1. Homogenize a amostra com um agitador de tubos vórtex em uma velocidade baixa, por mais ou menos 35 a 45 segundos e então pipete o volume de amostra na câmara e coloque no citofunil. O volume a ser pipetado depende da densidade da amostra.

Obs: Se for utilizar amostras diferentes em uma mesma centrifugação, utilize uma ponteira da pipeta para cada amostra. Após a pipetagem de uma amostra, descarte a ponteira e pegue uma nova, para a amostra seguinte.

  1. Centrifugue de acordo com o tipo de célula da sua amostra ou protocolo seguido (Por exemplo: 1.500 rpm por 1 min)
  2. Remova a lâmina e espere secar
  3. Faça a coloração desejada e faça sua análise no microscópio.

Gostou do artigo? Visite portanto nosso blog e conheça mais sobre as centrífugas clínicas e outros equipamentos para laboratório.

Lembrando que você também pode adquirir seu equipamento por Importação Direta, contando com a experiência da Biovera na preparação da documentação em acordo com as normas da Aduana Brasileira.

Por fim, ainda ficou com dúvidas quanto ao equipamento ou sobre as especificações? Entre em contato e fale com um de nossos especialistas.