Compartilhe:
Você conhece os tipos de tubos para centrífuga de laboratório? 1

Você conhece os tipos de tubos para centrífuga de laboratório? 

Este artigo, Você conhece os tipos de tubos para centrífuga de laboratório? Tem como finalidade apresentar as diferenças nos tipos de formatos e materiais utilizados nesses itens essenciais para isolamento, estratificação ou separação por gradiente de densidade das amostras ao usar centrífugas de laboratório e microcentrífugas.

Além disso, eles são utilizados para múltiplas aplicações em biologia (especialmente cultura de células e microbiologia), química, saúde clínica e no ambiente industrial. 

Materiais utilizados para fabricação dos tubos:

Os tubos de centrífuga de plástico podem ser fabricados a partir de tereftalato de polietileno (PET), polipropileno, PPCO (copolímero de polipropileno), policarbonato, poliestireno, entre outros. Os tubos de polipropileno e PPCO são autoclaváveis ​​e oferecem excelente resistência química combinada com boa resistência mecânica. Policarbonato, PET e poliestireno oferecem excepcional clareza ótica e descartabilidade. Ademais, tubos de plástico também são fabricados em versões coloridas para proteger amostras sensíveis à luz. 

Entretanto, os tubos para centrífuga também podem ser de vidro, especialmente borossilicato. Os tubos de centrifugação de vidro oferecem as vantagens de reutilização e durabilidade, além de boa resistência térmica e química. Porém, não podem ser utilizados em altas velocidades, correndo o risco de quebrarem. O ideal é que o fornecedor informe uma classificação RCF para seus tubos. RCF é uma classificação mais importante do que RPM, pois RCF leva em conta a força gravitacional, enquanto RPM leva em consideração apenas a velocidade de rotação do rotor. 

Além dos citados acima, os tubos de centrífuga podem ainda ser de aço inox e teflon, nesse caso quando há exigências específicas da aplicação. 

Segue, abaixo, um resumo sobre as características dos materiais dos tubos de centrífuga. Devido a muitos fatores que influenciam as propriedades do material, este resumo é apenas uma recomendação geral e os usuários devem, portanto, testar com cuidado os materiais para adequação sob condições específicas de aplicação.

Características tubos para centrífugas de laboratório
Você conhece os tipos de tubos para centrífuga de laboratório?

 

Formatos dos tubos para centrífuga de laboratório?

Contudo, os tubos de centrífuga variam em capacidade normalmente de alguns mililitros a 1500mL, dependendo do fornecedor. Tubos de centrífuga podem ser fornecidos com tampas de plástico, que podem ser estanques, rosqueadas, com vedação de plugue ou outras. Alguns tubos de centrífuga também podem exigir um adaptador adequado para compatibilidade com modelos de rotor específicos.  

No mais os tubos de centrífuga vêm em uma variedade de formatos e estilos, podendo ser de fundo redondo, para aplicações de uso geral ou fundo cônico ( também conhecido como falconpara permitir a recuperação mais fácil de amostras ou pellets. Outros podem ser autossuportáveis com uma base plana. Os tubos de centrífuga também podem ter ou não graduação, alguns vem com tarja para facilitar a identificação. 

Tubo cônico para Centrífugas de laboratório
Tubo cônico para Centrífugas de laboratório

 

Tubo cônico com suporte para centrífuga de laboratório
Tub cônico com suporte para centrífuga de laboratório

 

Tubo de fundo redondo para centrifuga de laboratório
Tubo de fundo redondo para centrifuga de laboratório

 

Além do formato também é importante garantir que o tamanho do tubo seja compatível com o rotor da centrífuga.  

Utilização correta dos tubos:

Quanto ao uso correto, o enchimento excessivo ou insuficiente dos tubos de centrifugação pode resultar na ruptura ou colapso dos tubos durante a centrifugação. Também pode ocasionar um vazamento. No entanto, vazamentos durante a centrifugação podem resultar em aerossóis de fluidos contaminados que, obviamente, representam um perigo para a saúde do usuário. Portanto, os tubos devem ser descartados assim que mostrarem qualquer sinal de desgaste do material. 

Por fim, os preços dos tubos de centrífuga variam significativamente de acordo com as especificações. É importante combinar a especificação com seus requisitos para obter os melhores resultados e custo-benefício.

Gostou do artigo Você conhece os tipos de tubos para centrífuga de laboratório?  Visite o nosso blog, onde você pode ler mais sobre aplicações de diversos equipamentos e, assim, conhecer mais!

Por fim, lembrando que você também pode adquirir seu equipamento por Importação Direta, contando com a experiência da Biovera na preparação da documentação em acordo com as normas da Aduana Brasileira.